Lojas Renner troca nuvem da Google por Office 365

Rede varejista buscava simplificar e agilizar processos. Troca de Google Apps por plataforma da Microsoft foi um processo tranquilo, garante empresa.

Pioneira no uso de cloud computing, a Lojas Renner começou a desbravar o universo da nuvem em 2010, com a adoção do Google Apps com o objetivo de conquistar maior disponibilidade e produtividade dos usuários. No entanto, diante da expansão dos negócios, a rede de lojas departamento de vestuário decidiu migrar para o Microsoft Office 365 para ampliar os benefícios.

“Temos um programa interno que busca possibilitar uma experiência de acesso à informação aos usuários de forma mais integrada. A solução da Microsoft de e-mails, calendário, conferências, colaboração, além de edição e compartilhamento de documentos via web com Word, Excel, PowerPoint na nuvem mostrou-se mais completa do que a anterior”, explica Leandro Balbinot, CIO da Lojas Renner.

De acordo com ele, atualmente, são 2,5 mil usuários do Office 365, entre eles gerentes de loja, pessoal do setor administrativo e comercial, e a ideia é ampliar o acesso em breve, garante. Também está prevista a integração da solução na nuvem com a tecnologia de Business Intelligence (BI) da Oracle.

O executivo aponta que a migração de uma nuvem para outra foi tranquila já que o modelo permite flexibilidade. O processo teve início no começo de janeiro deste ano e já foi completamente finalizado, relata. “Não temos de nos preocupar com a preparação de uma infraestrutura, um desafio que seria natural na atual fase de crescimento que vivemos”, observa.

“A solução em nuvem é abrangente e nos permitiu reduzir o uso de servidores internos. Também nos garante disponibilidade em comparação com uma estrutura dentro de casa”, relata o executivo.

Entre os benefícios, ele destaca os custos flexíveis, já que o pagamento é feito por usuário, integração com outros sistemas da empresa, como telefonia e dispositivos móveis.

Outra melhoria registrada do ponto de vista do usuário, prossegue, incluiu o aumento de produtividade, a simplificação de processos e o aprimoramento da qualidade do acesso.

Balbinot indica ainda como vantagem da mudança a disponibilidade de um leque de ferramentas voltadas para a gestão e o controle dos dados que trafegam na empresa, fazendo com que as áreas sigam as normas de compliance e estejam em linha com as regulamentações internas de segurança, confiabilidade e sigilo das informações.

Um exemplo de mudança na rotina após a migração para a nuvem da Microsoft, aponta, foi no fluxo de compra de peças para reposição nas lojas. No cenário anterior, envolvia-se o uso de diversos sistemas e planilhas e consumia até cinco dias para ser concluído. Agora, o tempo caiu para, no máximo, um dia.

Além da integração com o BI, o próximo passado da jornada de cloud da Renner será a implementação de uma rede social interna, por meio do SharePoint, para compartilhar e consolidar opiniões a respeito das futuras coleções. Segundo Balbinot, será possível envolver todos os gerentes das lojas e consolidar as contribuições. Além disso, espera-se implementar uma plataforma de comunicação unificada.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *